sábado, 1 de novembro de 2014

FANKUT, a rede social que te paga para adicionar pessoas

SUA NOVA REDE SOCIAL

Toda vez que você usar a rede social FANKUT será remunerado, além disso você poderá convidar os seus amigos e familiares a fazer parte dessa Rede Social. Quer um exemplo de ganho?  No plano GRÁTIS, toda vez que indicar uma pessoa e ela fizer o cadastro na FANKUT você, automaticamente, recebe R$ 0,05. Parece pouco, mas que outra rede social te paga para adicionar amigos? Na conta PAGA que custa R$149,00 reais  você ganhar R$ 25,00 reais por cada indicação.

Também é possível revender alguns serviços que a FANKUT oferece e ganhar dinheiro na internet de modo fácil e rápido. A FANKUT possui diversos serviços, como hospedagem de site, envio de SMS em massa, recarga de celular de todas as principais operadoras do Brasil, site prontos para uso e publicidade dentro da própria FANKUT.






Clique no botão acima para fazer o seu cadastro




VEJA O QUE DIZ O  DEPUTADO MOISÉS DINIZ SOBRE A FANKUT/FANKOOB

Seguindo o meu trabalho de estudo do MMN, avaliei a rede de relacionamentos FANKOOB/FANKUTe percebi que ela pode se tornar um Facebook à brasileira, constituindo uma poderosa rede social que abarque milhões de brasileiros e ainda gere renda para os seus franquiados.

O que mais me chamou a atenção foi o aplicativo da FANKOOB, modelo WhatsApp, que comporta 150 membros em cada grupo, servindo bem ao gosto do brasileiro, que tem tradição de organizar grupos de amigos nos locais de moradia, de estudo e de trabalho.

Você observará que a rede de franquiados se renova a cada 6 meses, quando você paga nova inscrição, impossibilitando que haja uma rede infinita, o que poderia levar a uma quebradeira na base, atingindo os últimos inscritos.

Perceberá também que basta você vender o uso da marca FANKOOB, para 6 pessoas, para cobrir o que você pagou no semestre. E assim por diante, em relação aos novos franquiados.

Observe que o seu dinheiro, na FANKOOB, não é investimento (entenderam, senhores banqueiros?). É o valor que você paga por uma aquisição de uso da marca FANKOOB e de seus produtos.

Dessa forma, não há uma espiral incontrolável, que venha a gerar prejuízo no futuro. Em linguagem clara: não existe pirâmide ou qualquer outra engrenagem econômica que burle a lei ou venha a prejudicar as pessoas.

E sobre as possibilidades de crescimento da FANKOOB? Basta lembrar que, só no Brasil, o FACEBOOK tem 90 milhões de membros. Dá pra imaginar o potencial da FANKOOB? Sem contar que o aplicativo da FANKOOB, como já disse, tem capacidade para 150 membros em cada grupo, três vezes o potencial do WhatsApp.

E a possibilidade de crescimento permanece quase infinita, sempre se renovando e ganhando novos fanquiados, numa espiral positiva e sustentável. Se o Facebook abrisse também essa possibilidade, de a gente ter acesso aos bilhões de dólares de lucro do Zuckerberg, com certeza, todos nós trabalharíamos para vender novas franquias do Facebook.

O que nos constrange é ver milhões de brasileiros enriquecendo os já bilionários donos do Facebook, apenas porque a nossa massiva presença na rede permite a eles vender publicidade bilionária, da mesma forma que fazem os canais de televisão, porque sabem que estamos sentados em nossos sofás, assistindo o bagulho deles e sua bilionária publicidade.

Mas, nós não podemos abrir uma rede de relacionamentos brasileira e cobrar um valor aos novos franquiados. É que, se ela crescer massivamente como o Facebook, mais adiante não precisará cobrar um centavo, porque a quantidade imensa de franquiados permitirá a essa nova rede faturar também bilhões em publicidade.

O nosso problema é a visão colonialista e servil de parte da população brasileira, especialmente daquela que está no poder. De forma impiedosa, eles buscam qualquer vestígio do que eles chamam de pirâmide, para golpear iniciativas inovadoras, brasileiras e acessíveis ao povo, para manter os privilégios bilionários de gente que atende pelo nome de Zuckerberg, Setúbal ou Marinho.

Os poderosos donos dos grandes bancos, das multinacionais redes de relacionamentos e dos grandes canais de televisão não permitirão, através de seus sócios no legislativo, no executivo e no judiciário, que iniciativas econômicas populares floresçam.


Moisés Diniz






VEJA UMA APRESENTAÇÃO EM SLIDE

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Multa de trânsito fica até 900% mais cara a partir de sábado


A nova lei federal que altera o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) entra em vigor neste sábado (1º). As determinações preveem o aumento de multa para ultrapassagens perigosas  e endurecem o valor imposto a motoristas que praticam rachas. Segundo informações do jornal O Globo, em 2013, foram registadas 285.889 infrações, em casos que sofrerão punição mais severa; este ano, elas já somam 233.077.

No caso de ultrapassagens, o valor da penalidade aumenta mil por cento, de R$ 191,54 para R$ 1.915,40. A multa para quem ultrapassar pelo acostamento, hoje de R$ 127,69, passará a R$ 957,70, uma alta de 650%. Para ultrapassagens em local proibido, o valor será reajustado em 500%, indo dos atuais R$ 191,54 para R$ 957,70. A percentagem valerá ainda para infrações como ultrapassagem em subidas, curvas e locais sem visibilidade.

Com a nova lei, os rachas que terminarem em mortes poderão levar o culpado a passar de cinco a dez anos na prisão - ou três anos, para casos sem vítimas, com multa que vai dos R$ 574,62 atuais para R$ 1.915,40. Caso haja vítimas não fatais, a pena prevista no código modificado é de seis anos de prisão.

As infrações, além de passíveis de cobranças mais caras, são consideradas gravíssimas e valem a retirada de sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação, de acordo com o Denatran (Departamento Nacional de Trânsito). A nova lei prevê ainda que ultrapassagens perigosas e rachas custem aos motoristas envolvidos 12 meses sem o direito de dirigir. Já se o culpado for reincidente, o valor da multa dobra.

"O objetivo das mudanças é aumentar a segurança de motoristas e pedestres e das infraestruturas urbanas numa combinação de medidas que inclui a cooperação nacional, a partilha de boas práticas, a realização de estudos de investigação, a organização de campanhas de sensibilização e a adoção de regulamentação, informou o Denatran em nota. No texto, o órgão diz ainda que pretende "incentivar os motoristas a conduzirem os veículos de forma segura".

A fiscalização será feita "onde houver presença de agente de trânsito ou aparelhos de videomonitoramento", informou a Polícia Rodoviária Federal, já que pardais não conseguem detectar detalhes além de excesso de velocidade.

Notícias Bol

Reviravolta! TSE faz recontagem de votos, Aécio vence Dilma e é eleito novo presidente


Veja a repercussão da notícia pelo país, a comemoração dos tucanos e o que diz os principais jornais sobre o assunto.
PT afirma que vai recorrer ao Supremo.



terça-feira, 28 de outubro de 2014

CONCURSOS: Abrem 2 mil vagas; salário chega a R$ 24 mil


Novos concursos públicos já com editais lançados inscrevem para 1.820 vagas a partir desta segunda-feira, dia 27, pelo país. São, pelo menos, 24 seleções com prazo aberto para vagas no TRT-PE, MGI, TRENSURB, dentre outros, com salários de até R$ 24 mil.