terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Blog do Kabym - A violência em Taruacá


A realidade em Tarauacá não está nada confortável. Nossos jovens vivem à margem de uma sociedade que não lhes dão valor, nem o direito de escolha. Uma das formas encontradas pelos jovens das classes pobres de nossa sociedade, para atingir seus objetivos, baseados em estilos de vida e na vontade de possuir os bens de consumo mostrados pela mídia, é o crime, sendo esse mundo a única alternativa para se conseguir dinheiro. Há ainda a FACILIDADE DE ACESSO ÀS ARMAS E ÀS DROGAS, além da sensação de IMPUNIDADE que fortalece cada vez mais o mundo do crime."Meu sonho é ir para penitenciária". Me disse um jovem há pouco tempo.
Uma outra situação é A DESIGUALDADE SOCIAL que é um câncer que está piorando há séculos, quanto mais se fala sobre esse problema, mais as autoridades fecham os olhos, ou as oportunidades. A desigualdade social, identificada por mim como o fator que mais gera violência, é resultado da AMBIÇÃO dessa sociedade que somente pensa no bem próprio. Sendo que a maior parte da população não tendo outro meio de obter sua subsistência entra na vida do crime, e consequentemente na violência. Fator gerador da desigualdade social é o DESEMPREGO, como fora mostrado a preocupação, pelo menos aparente, de abranger este assunto politicamente, pois não há meio de obter um padrão de vida aceitável sem um emprego, e tendo procura demasiada e ofertas escassas muitas vezes trazem abusos nos assalariados, parecendo voltar a épocas anteriores do passado. Esses abusos muitas vezes trazem conseqüências assustadoras, como a marginalização, que por não aceitar situações deploráveis tenta "vida mais fácil" no tráfico de DROGAS. Efeito posterior é seu vínculo "eterno" com os menos favorecidos e a dependência da droga, sendo um criminoso inconseqüente em muitas vezes por não estar no seu estado normal.
Partindo para uma visão mais ampla da situação creio que as causas mais subjetivas, como a "falta de oportunidades" que é parte integrante da desigualdade social. Como mostra mosstra a atual situação de nosso município de Tarauacá.
A FALTA DE INVESTIMENTOS DO GOVERNO na sociedade para permitir ao cidadão tarauacaense a recorrer a meios mais humanos para a sobrevivência é outro agente que gera violência. Pois sem um investimento pesado na educação, na infra-estrutura do município será muito difícil, quase impossível, diminuir a violência em Tarauacá. Essa situação faz o cidadão NÃO TER PERSPECTIVA para um futuro promissor, aliado a uma perversa EDUCAÇÃO FAMILIAR que passa de geração para geração.

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Projeto do Senador Jorge Viana acaba com restrição do quociente eleitoral para vagas remanescentes


A Câmara analisa o Projeto de Lei 2737/11, do Senado, que altera o Código Eleitoral (Lei4.737/65) para permitir a participação de todos os partidos, incluindo os que não alcançarem o quociente eleitoral, na partilha de vagas não preenchidas conforme a aplicação dos quocientes partidários. A legislação vigente determina que só poderão concorrer à distribuição das “sobras” os partidos e coligações que alcançarem o quociente eleitoral.

De acordo com a lei, o quociente eleitoral é obtido a partir da divisão do número de votos válidos apurados ao fim da eleição pelo número de lugares a preencher em cada circunscrição eleitoral. O quociente partidário, por sua vez, é obtido pela divisão do número de votos válidos dados a mesma legenda ou coligação pelo quociente eleitoral.

“A restrição da distribuição das cadeiras não preenchidas com quocientes partidários, chamadas sobras, aos partidos que alcançaram o quociente eleitoral, constitui um resquício da regra de exclusão das minorias adotada nas eleições de 1945, que destinava todas as vagas não preenchidas com quocientes partidários ao partido mais votado”, lembra o autor do projeto, Senador Jorge Viana (PT-AC).

Ele recorre a três argumentos para justificar a proposta. “Em primeiro lugar, a participação de todos os partidos na partilha das sobras reduziria a motivação para a celebração de coligações artificiais, com vistas exclusivamente ao alcance do quociente partidário. Em segundo, a restrição vigente fere a regra da proporcionalidade, ancorada no princípio do pluralismo político, que fundamenta a República. Por fim, as diferentes casas legislativas ganhariam em legitimidade, uma vez que a nova regra permitiria a eleição de candidatos bem votados de partidos que não atingiram o quociente partidário naquela eleição”, argumenta Viana.

Tramitação
O projeto, ao qual foram apensados os Projetos de Lei 602/95 e 1358/03, será analisadoconclusivamente pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, inclusive no mérito.

Agência Câmara

Eber Machado diz que elaborou projetos e reivindicou investimentos para Acrelândia


A equipe de gabinete do deputado estadual Eber Machado (PSDC), trabalhou durante todo o segundo semestre do ano passado, para fazer o mapeamento das áreas que necessitavam de investimentos em Acrelândia. Machado foi um dos responsáveis pelo pacote de obras anunciado pelo governador Tião Viana (PT), no último fim de semana.

Segundo o parlamentar, o governador se sensibilizou com a situação dos moradores do município e assinou ordem de serviços autorizando investimentos em saneamento básico, pavimentação, mecanização e industrialização. “O governo irá investir cerca de R$ 50 milhões no município de Acrelândia e com isso ira gerar vários empregos diretos”, diz Machado.

O município está recebendo o maior investimento de sua história, de acordo com Eber machado. “É uma conquista de todos. Nós que sempre lutamos e que mantivemos o nosso compromisso com esse povo ficamos felizes. Agora podemos projetar uma cidade próspera, livre das mazelas do passado e que agora ganha credibilidade”, o deputado.

De acordo com o parlamentar, o governador Tião Viana prioriza o diálogo com os municípios e isso possibilita a abertura de oportunidades. “Tião Viana tem prestigiado os parlamentares e ouvido as reinvindicações que levamos ao governo. Com isso, nós parlamentares criamos condições favoráveis ao desenvolvimento de cada município do Acre, através de projetos”.

Durante o recesso parlamentar, Eber Machado dedicou suas férias a visitar as comunidades e municípios do interior. O parlamentar pretende elaborar um relatório detalhado, apontando todas as peculiaridades dos municípios acrianos. “Estamos trabalhando para levar o poder público as comunidades mais distantes do nosso Estado”, finaliza.

Ac24horas

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

A IMAGEM DO ABANDONO – PRÉDIO DE RESPONSABILIDADE DO GOVERNO DO ESTADO ESTÁ SENDO INVADIDO PELO MATO


Tombar sim, mas não desse jeito.
Um dos poucos patrimônios antigo de Tarauacá que resta é a antiga “Casa Eléctrica” que fica quase em frente ao Sinteac. Essa casa construída em 1942 na época de Manoel Vieira da Cunha está completamente abandonada pelo Governo do Estado. É um “prédio” que dava para ser reaproveitado para, por exemplo, montar um museu e preservar o pouco que sobrou da história tarauacaense, ao contrário o mesmo está se acabando por falta de manutenção.
O interessante é que em vez do Governo doar para a Prefeitura preservar e ter o que mostrar para estudantes e possíveis turistas prefere deixar o prédio se acabar e muitos ficam sem saber um pouco da cultura antiga local.
Resta rezar para que haja algum interesse em salvá-lo o mais rápido possível, antes que seja demolido como aconteceu com a casa do povo onde hoje se encontra a Caixa Econômica.

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Moradores pedem providências e ameaçam interditar acesso a Sobral






Bastou uma forte chuva para deixar os moradores da Rua São Pedro, na baixada da Sobral, desesperados na tarde desta quinta-feira (19).


Um entupimento no bueiro de um esgoto a céu aberto seria o pivô da triste situação. Segundo moradores, o problema já era esperado, já que o Poder Público não realiza nenhum tipo de limpeza.


A situação revoltou a comunidade que ameaça fechar a via principal de acesso ao bairro Sobral.


Os moradores reclamam que no verão os buracos e a poeira são os grandes vilões. Eles pedem que a prefeitura realize uma limpeza dos bueiros para evitar novos episódios de alagamento provocado pelas fortes chuvas.

Contilnet

sábado, 14 de janeiro de 2012

Dica para as mulheres


Seu marido voltou tarde da rua, cheirando cigarro, bebida e fragrâncias totalmente desconhecidas, empacotou sem te explicar nada e não conseguiu nem levantar cedo para trabalhar?! Não fique brava, acorde-o com carinho…

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Confusão na igreja



Era uma cidadezinha pequena, bem na fronteira do Brasil e Argentina. A Igreja fica cheia para a missa das 10: argentinos, brasileiros, o prefeito, etc. . .
Começa o sermão:

- Irmãos, estamos hoje aqui reunidos para falar dos Fariseus, aquele povo desgraçado como esses argentinos que estão aqui. . .

- Ohhhhhhh!

O maior tumulto tomou conta da igreja. Os argentinos saíram xingando o padre. Houve briga na porta da igreja. O prefeito levou a mão à cabeça, indignado.
Acabada a confusão, o prefeito foi falar com o padre na sacristia:

- Padre, pega leve, os argentinos vêm para este lado, gastam nas lojas, nos restaurantes, trazem divisas para a cidade. Não faça mais isto.

Durante a semana a conversa entre todos era a mesma: O padre e o sermão do domingo. Aquele zum-zum-zum todo foi fazendo as pessoas ficarem curiosas e querendo saber o que mais tinha acontecido. Finalmente chega o domingo seguinte. O prefeito vai até a sacristia e comenta com o padre:

- Padre, o senhor lembra do que conversamos antes, não? Por favor, não arrume nenhuma encrenca hoje, certo?

Começa o sermão:

- Irmãos, estamos aqui reunidos hoje para falar de uma pessoa da Bíblia: Maria Madalena. Aquela mulher, a prostituta que tentou Jesus, como essas argentinas que estão aqui…

Não deu outra: Pancadaria na igreja, quebra-quebra nos corredores, tapas, socos e algumas internações no pronto-socorro da cidade. O prefeito novamente foi ao encontro do padre:

- Padre, o senhor não me disse que iria pegar leve? Se o senhor não amansar, vou escrever uma carta à Congregação e pedir a sua retirada imediata.
Naquela semana, o tumulto era maior ainda. As conversas eram maiores ainda e ninguém perderia a missa do próximo domingo, nem por decreto. Na manhã do domingo, o prefeito entra na sacristia com a polícia e a espalha pela igreja:

- Padre, pega leve desta vez, senão te levo em cana!

A igreja estava abarrotada. Quase não se conseguia respirar de tanta gente.
Começa o sermão:

- Irmãos, estamos aqui reunidos hoje para falar do momento mais importante da vida de Cristo: A Santa Ceia (O prefeito então respirou aliviado). Jesus, naquele momento disse aos apóstolos: – Esta noite, um de vós irá me trair. Então João perguntou: – Mestre, sou eu? E Jesus respondeu: – Não, João, não é você. E Pedro perguntou: – Mestre, sou eu? E Cristo respondeu: – Não, Pedro, não é você. Então, Judas perguntou: – Mestre, acaso soy yo?

Criticar o mau atendimento pode dar “cadeia”


Conheço a sargento Rosa Maria, como também sei do seu excelente trabalho prestado à sociedade acriana durante 23 anos na polícia militar do estado do Acre, sendo ela muito querida por todos da corporação. Durante um processo de atendimento na Fundação de Saúde da PM em novembro do ano passado, esta foi mal atendida e resolveu procurar a AME (Associação dos Militares do Acre), para reivindicar o que é seu de fato e de direito, o bom atendimento. 

Não gostando da atitude da militar o senhor Luiz Antônio de Paulo Marques, conhecido como coronel Luiz (diretor da Policlínica), ordenou abertura de uma sindicância para apurar, segundo ele, o suposto "crime de insubordinação", previsto no artigo 166 do código penal militar.  Que por sinal é bastante arcaico, ainda do tempo da ditadura. De acordo com a solicitação, a sargento Rosa Maria teria “ferido a hierarquia e a disciplina por ter realizado críticas infundadas”. Familiares, amigos estão inconformados com a sindicância.

Várias testemunhas foram ouvidas, porém, não se confirmou o crime, e sim uma "transgressão disciplinar" prevista no Anexo I, nº 70 do regulamento disciplinar da PM. O parecer será enviado para o comandante da unidade à que serve a sargento para que ela seja punida de acordo com o enquadramento, poderá ficar presa e ter sua liberdade ceifada por um período que pode chegar até 10 dias. 

“Publicar ou contribuir para que sejam publicados fatos, documentos ou assuntos policiais militares que possam concorrer para o desprestígio da Corporação ou firam a disciplina ou a segurança” (RDPMAC, Anexo I, Relação de Transgressões nº 70).

Segundo a portaria interministerial de nº 02, assinada pelo ex-presidente Lula no dia 15 de dezembro de 2010, que estabelece as Diretrizes Nacionais de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos dos Profissionais de Segurança Pública, (se é que a portaria tem valor), os militares estaduais podem se manifestar livremente através de blogs, sites e fóruns de discussões. É dever das instituições:

“Assegurar o exercício do direito de opinião e a liberdade de expressão dos profissionais de segurança pública, especialmente por meio da Internet, blogs, sites e fóruns de discussão, à luz da Constituição Federal de 1988”.

Também foi publicada no Diário Oficial da União afirmando que as instituições de segurança pública devem: “adequar as leis e regulamentos disciplinares que versam sobre direitos e deveres dos profissionais de segurança pública à Constituição Federal de 1988”. Força, sargento Rosa Maria, estamos com você nessa luta. 


Fonte: Blog do Valcirley

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Dúvida cruel

1- Devo ter um cachorro??



ou
2 - Devo ter filhos???


O que você acha?

Verme na cerveja



Um professor de química queria ensinar aos seus alunos do 2º Grau os males causados pelas bebidas alcoólicas e elaborou uma experiência que envolvia um copo com água, outro com cerveja e dois vermes.
- 'Agora alunos, atenção'! Observem os 'vermes', disse o professor, colocando um deles dentro da água.
A criatura nadou agilmente no copo, como se estivesse feliz brincando.
Depois, o mestre colocou o outro verme no segundo copo, contendo cerveja.
O bicho se contorceu todo, desesperadamente, como se estivesse louco para sair do líquido e depois afundou como uma pedra, absolutamente morto.
Satisfeito com os resultados, o professor perguntou aos alunos:
- 'E então, que lição podemos aprender desta experiência?' .
- Joãozinho levantou a mão, pedindo para falar, e sabiamente respondeu:
- 'Quem bebe cerveja... não tem vermes!'
Foi aplaudido de pé!!!

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Devagar, ainda é segunda...


Segunda é...

  1. O dia em que invejo os desempregados.
  2. Quando meus instintos suicidas mais me apavoram.
  3. Somente mais um dia comum.
  4. É o dia que me dá mais sono.
  5. O dia mais foda...
Diz aí embaixo nos comentários o que você acha da segunda.

Que bunitinhos

Mas adivinha qual deles comeu um comprimido de viagra pensando que era ração?

domingo, 8 de janeiro de 2012

Festival do Milho Verde na Transacreana

Produtores da Transacreana coordenados pela líder comunitária Gracinha da Baixada realizaram uma festa bonita e escolheram a rainha do milho verde, neste sábado no km 52, no bar do Juarez. Muitos moradores e visitantes puderam apreciar muitas comidas fabricadas com o milho verde. Pamonhas, canjicas, milho cozido, bolos e muitos outros alimentos estavam a disposição dos visitantes. O evento teve o apoio da prefeitura.


Senhor Juarez, proprietário da área









Afonso Fernandes e amigos do Bola Preta

 Produtor 

Familiares

Jurados


Gracinha da Baixada, organizadora do evento






 Gracinha entregando a faixa para a vencedora

Afonso Fernandes com a Rainha do Milho Verde e seu pai

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Leôncio Castro: “Essa eleição promete ser de renovação, o povo quer mudança”


O Site Acrealerta.com, seguindo a sequência de entrevistas com os pré-candidatos a prefeito de Rio Branco em 2012, conversa com o jovem empresário Leôncio Castro [PMN] que nos fala com exclusividade sobre seu histórico de vida, participação nos movimentos políticos e, principalmente, acerca da sua pré-candidatura na próxima eleição. Leia a entrevista, na íntegra.

Acrealerta.com - Muitos visitantes do Acrealerta.com perguntam quem é Leôncio Castro. Nesse sentido, conte-nos sobre sua principal contribuição social e seu histórico no movimento político.
Leôncio Castro - Leôncio Castro é um empresário de 32 anos. Trabalho desde os 10 anos, por necessidade. Moro no 2º distrito desde a minha infância, conheço cada rua, beco ou bairro dessa cidade, já fui vendedor de frutas e livros, radialista, apresentador de TV, colunista dos jornais o Rio Branco e Folha Popular, empresário artístico durante mais de uma década, atualmente tenho um restaurante e milito na política desde os 13 anos.
Comecei na política através do movimento estudantil, na escola Carlos Vasconcelos, aqui no 2º Distrito, na época o movimento estudantil era bastante ativo, o estudante ia para as ruas lutar por seus direitos. Infelizmente, isso não acontece mais, os movimentos estudantis desapareceram inclusive na universidade. Fico incomodado quando vejo o aumento abusivo das tarifas de ônibus, luz e ninguém se manifesta publicamente. Nós pintamos a cara pra pedir o “fora Collor”. Enquanto secretario geral da casa do estudante, na época, liderei um movimento pedindo o impechament do então governador Romildo Magalhães que cometia verdadeiras barbáries à frente do governo.
Comecei a militar na política partidária no PMDB, que antigamente era um partido muito aguerrido de uma militância forte com grandes líderes. Dentro do partido havia vários seguimentos, os conservadores que eram comandados pelo então Senador Nabor Junior e o atual Deputado Federal Flaviano Melo. A linha mais progressista tinha Marcio Bittar, Raimundo Vaz, Said Filho, que era o grupo com o qual eu mais me identificava. Participei de várias disputas internas dentro do PMDB, por não concordar com alguns procedimentos partidários e enfrentei figuras históricas do partido, sempre defendendo minha ideologia. Cheguei a ser questionado pelo MR8 que era comandado pelo falecido Everaldo Maia, de saudosa memória, por não ser filiado ao partido.
Eu tinha apenas 15 anos, não podia ser filiado a partido político. Aprendi muito no PMDB, a democracia era respeitada, todo militante tinha direito a voz. Talvez seja por isso que aceitei o convite de me filiar ao PMN, aqui é outra escola de democracia, todos tem direito a voz, desde os fundadores ate os recém filiados. O respeito é mutuo, tenho aprendido muito com a Dra. Telma Ribeiro, Secretária nacional da sigla, assim como eu ela também sonha que podemos participar de uma sociedade melhor. Cabe a nós darmos nossa contribuição para essa mudança.
Conheci no PMN pessoas como Dra. Valdete, uma guerreira que faz nosso partido funcionar em todo estado, professor Valdir França que comanda nossa municipal, dentre grandes lideranças como professor Coêlho, o policial federal Cezar Henrique, também pré-candidatos. O PMN traz em sua origem a mobilização e eu acredito que só conseguiremos ter a Rio Branco que queremos se todos nos mobilizarmos em prol dela.

Acrealerta.com - Entre os pré-candidatos seu nome é o um dos mais populares nas mídias sociais, especialmente no Facebook. Na sua avaliação, qual a importância das mídias sociais no processo eleitoral? 
Leôncio Castro - A campanha de Barak Obama à presidência dos Estados Unidos, em 2008, mostrou para o mundo que uma importante ferramenta de ação política estava começando por meio da internet. Milhões de pessoas que até então não tinham nenhum contato, começaram a defender, online, as propostas políticas de Obama, é preciso enfatizar aqui a importância da internet para a eleição do primeiro presidente negro dos EUA.
É cada vez maior o contingente de pessoas que se comunicam por meio do Facebook, entre outras novidades que permitem bate-papo entre grupos de internautas. Nada está livre da força da internet e das redes sociais. Isso representa um avanço muito importante para a humanidade. É um passo muito representativo que, no futuro, pode permitir algumas práticas da chamada democracia direta.
Com um toque no teclado o cidadão pode “aprovar” ou não uma nova lei. Ou “eleger” seu representante no parlamento ou em outra esfera de representação popular. Assim, qualquer iniciativa, mesmo que localizada, de tentar deter a expansão desse espaço de interação social e lazer, está fadada ao fracasso.
Em Rio Branco, a maioria da imprensa é direcionada, então é difícil divulgar nossas idéias. Estou entre aqueles que lutam para que as redes sociais aprofundem ainda mais o debate político propriamente dito. Até porque elas, na prática, cada vez mais estão atuando como partidos políticos, meu Facebook é onde posso emitir minha opinião, brigar pelo bem coletivo, tenho nas redes sociais minha principal forma de divulgar meu nome e expor meus ideais e acredito que os internautas acrianos vão se engajar na minha candidatura e fazer dela vitoriosa.

Acrealerta.com - A metodologia do Acrealerta.com inova quando possibilita a inserção de nomes emanados diretamente da vontade dos internautas e populares. As indicações deixam de ser exclusivas dos “caciques políticos” e os nomes apresentados pela população podem efetivamente se transformar em potenciais pré-candidatos, especialmente pela absoluta carência de “novos nomes” nas eleições majoritárias. Como avalia esse processo e qual o impacto da Enquete Acrealerta.com no tocante a popularização do seu nome como potencial pré-candidato a Prefeito de Rio Branco na eleição de 2012?
Leôncio Castro - Muita gente não sabia de minha candidatura, após a divulgação da enquete as pessoas começaram a me abordar e demonstrar apoio. Foi muito positivo, me senti muito bem ao ver a aceitação, percebi que nosso povo não quer mais políticos profissionais, que essa eleição promete ser de renovação, o povo quer mudança, cansou de brigas entre situação e oposição, quero ser esta esperança, quero ser essa terceira via, por isso aceitei o convite da Dra. Telma Ribeiro para ser pré-candidato pelo PMN. Sei que será um grande desafio, mais acredito que o povo de Rio Branco vai fazer comigo o que fez pelo ex-governador Edmundo Pinto.

Acrealerta.com - Seu nome apresenta uma boa aceitação inicial, classificando-o em terceiro na preferência dos visitantes do Acrealerta.com, até o momento. Na sua avaliação, esse resultado é apenas um movimento natural que conta com a participação efetivade seus amigos mais próximos, que tende a estabilizar com o aumento da participação dos internautas, ou Leôncio Castro pode realmente despontar como uma nova alternativa para o eleitorado acreano na próxima eleição, principalmente devido à necessidade de nomes que não estejam na disputa exclusivamente para garantir a manutenção do poder e interesses dos atuais “caciques políticos”.
Leôncio Castro - Tem uma frase que diz que nunca se vence uma guerra lutando sozinho, com certeza os quase 5 mil amigos que tenho só no Facebook ajudou nesse crescimento, mas acredito que nas primeiras pesquisas de intenção de votos quando a nossa candidatura for divulgada, vamos aparecer muito bem, porque o povo clama por renovação, e nessa eleição renovação de fato é nossa candidatura, a época do coronelismo já passou não existe mais voto de cabresto, quem pensar que vai fabricar um candidato e o povo vai só dizer “sim senhor” tá enganado.
A última eleição foi uma lição para todos nós, o povo de Rio Branco disse não ao Governador Tião Viana, e olha que o Brasil e o Acre cresceram muito nos últimos anos, e seria hipócrita se não reconhecesse isso, mas a alternância de poder é necessária e a democracia deve prevalecer.
Vejo alguns candidatos de oposição com discurso que “já ganhou”, acho prematuro, como coloquei anteriormente, o povo de Rio Branco disse não ao atual governo, um voto de protesto e a eleição para Prefeito de Rio Branco vai mostrar isso.

Acrealerta.com - Qual sua mensagem para os internautas e, especialmente, ao eleitorado que aguarda uma nova opção na disputa a Prefeitura de Rio Branco nas eleições de 2012?
Leôncio Castro - Vou começar citando uma frase do Napoleão Bonaparte: “Na vida somos Reis ou Peões, cada um faz seu destino”, então quero pedir a todos os amigos e internautas que sejamos senhores do nosso próprio destino e vamos juntos acreditar nesse sonho, e fazer com ele seja uma realidade, que a Rio Branco que queremos para nossos filhos tem que ser planejada a partir de agora e se cada um fizer a sua parte seremos vitoriosos. Que 2012 seja de muita saúde e prosperidade para todos nós! Muito obrigado ao site Acrealerta.com e desejo a vocês muito sucesso, fiquem com Deus!


Acre Alerta

domingo, 1 de janeiro de 2012

Ano novo, tudo de novo

Só me dei conta disso depois que a ressaca de ontem passou.

Senhor Google

Jornalista sobrevive de esmolas em Cruzeiro do Sul


Seu aspecto é o mesmo de quem vive pelas ruas. Magro, de barba grande e cabelos em desalinho, Carlos usa roupas sujas e rasgadas. Vive descalço  suplicando por moedas nas portas dos restaurantes de Cruzeiro do Sul, depois de cultivar o hábito de beber durante quase toda a vida.

“Além de cinegrafista trabalhei como editor de imagens nas décadas de 80 e 90. Assim que voltei para Cruzeiro do Sul, em 2007, distribui meu currículo e pedi emprego a todas as (quatro) empresas de TV, mas não fui chamado por ninguém”, disse Carlos.

Com o mesmo nome do âncora famoso do SBT, Carlos Nascimento de Cruzeiro do Sul ainda sonha em voltar a manusear uma câmera. Enquanto isso, o pioneiro na produção de imagens de TV mora de favor na casa de um amigo diarista, no Bairro da Baixa.

O jornalista vive o mesmo drama de milhares de brasileiros que não conseguem se aposentar pelo INSS. Mostra as cicatrizes das cirurgias que fez no abdômen e vive batendo na porta dos políticos da cidade em busca de novas oportunidades, mas elas estão sempre fechadas para ele.

Seus olhos enchem de lágrima quando lembra das duas filhas que teve quando morou em Rodrigues Alves. Uma delas se forma em Medicina na Bolívia nos próximos meses. “Como a situação ficou muito ruim, uma das filhas desistiu do sonho de ser médica para que a outra pudesse se formar. Não dava mais para custear o estudo das duas”, conta Nascimento.