domingo, 27 de abril de 2014

Dicionário de Acreanês


- Não "trisca" em mim!: Não me toque!
- "Na boquinha da noite" – À noitinha
- Gente "lerda" - Lenta, devagar
- Meu "golpe" tá doendo -Corte, furo, machucado
- "Pára de zoada no meu pé-do-ouvido": Não façam barulho perto de mim.
- "Avia, gente, cuida logo", "avexa" mais! Mais rápido, pessoal, apressar.
- Aqui só tem "abirobado" da cabeça...: Atordoado, perturbado
- Vou "abarcar-lhe" a mãozada no meio da cara: Jogar algo em alguém ou atirar alguma coisa em algum lugar.
- "Acocha" aí, tá frouxo: Apertar.
- Vish, mulher "aloprada" : Exagerado(a)
- Lá vem ele, "arengar" comigo...: Implicar, aborrecer, incomodar.
- "Arre égua": (Interjeição de admiração): = Cruzes, caramba, poxa, Minha Nossa!!
- Lái vem, me "aperrear" de novo!: Perturbar, incomodar.
- Que "bixo, arigó"!: Rapaz matuto.
- "Arrochar": Roubar/furtar./ "Caba arrochado": Rapaz corajoso.
- Para de me "arrodear": Ficar em volta.
- "Arrombado": Muito usado.
- Para de "arreto": Gracinha, safadeza.
- Gente "pá-frente", "gaiata" : Enxerida.
- Larga de ser "atarentado": Atrapalhado.
- Dá "o vaza": Cair fora, sumir, desaparecer.
- "Baixaria" (pão-de-milho): Cuscuz com ovo, carne moída e verdura.
- "Baladeira": Estilingue, atiradeira.
- "Banzeiro que quase alaga a canoa": Tempestade forte.
- "Bater as botas ou a biela": Morrer.
- Ah, "bicha boa"!!: Moça bonita.
- "Cocó", pom-pom: Liga de elástico usada para prender os cabelos
- "Boçal": Elegante; arrumado; falar corretamente.
- "Cagar goma": Ser gabola.
- "Bombom" (acreano): é balinha, doce (Diferente do bombom = chocolate).
- "Bribote" : Salgadinhos de um modo geral.
- "Brechar" : Espiar.
- "Brecheiro": Típico acreano abestado.
- "Vá dá o seu boga": ... Cu 
- "Brabo": Bravo
- "Jambre": Jambo.
- Quanto "bregueço"! : Coisa miúda sem utilidade.
- Todo "esbagaçado": Destruído.
- Tá "brocado" é?: Esfomeado, com muita fome.
- "Todo brocoxó"...: Irritado.
- A "caba" me picou": Vespa.
- Eita, "caba cagado da porra": Sortudo.
- "Camisa de pano passado": Camisa por dentro das calças.
- "Canhão": Pessoa feia.
- "Carapanã" : Pernilongo.
- "Catraia" : Canoa.
- "Curuba": Ferida na pele.
- "Pirento, bichado": (com pira, pulgas. bichos)
- "Dar o balão" : Dar uma volta.
- Quando fui "dar fé"...: Perceber
- "Já o era": Tarde demais.
- Dar uma "guaribada": Consertar.
- Eu vou é "de pés" : Ir a pé.
- Meu pé tá "desmentido": Torcer o pé.
-" Do vera": De verdade.Tá valendo.
- "Embucetado" : Quando alguma coisa não deu certo; tudo errado; complicado.
- Não me "empata" de sair não, viu?!: Impedir, proibir.
- "Enfezado": Com raiva.
- "Engalobar" : Passar alguém para trás.
- "Engomar" a roupa: Passar ferro na roupa.
- "Enredar" : Dedurar.
- "Esgalamido" : Aquele que come muito.
- "Esmulambado" : Desarrumado ou com roupas velhas.
- "Escalado" : Entrar de bicão.
- "Esperar um pedaço": Esperar um minuto.
- "Espocar" : Estourar.
- "Estrompar" : Perder a rosca do parafuso.
- "Sair na carrêra": Na correria, correr muito.
- "Fi di ronkifuça" : Filho da puta.
- Foi "um o só": Foi muito bom.
- "Foló": Largo;frouxo.
- "Ih é" ?: Interjeição de admiração.
- "Ih foi" ?: Pedido de confirmação.
- "De-Chico"/" de-bode": Menstruada.
- "Kêbe": Quibe
- "Lascado" : Fudido; em péssima situação.
- "Lebréu" : Torto.
- "Leso" : Lerdo.
- Tá de "lundu", hj, é? : Moleza, falta de ânimo.
- Que bebê "maceta" : Muito grande; gigante.
- Pára de "mangar" de mim! : Zombar.
- "Maninha" : Moça.
- "Marcha"!, "Chispa" daqui: Anda, some!
- "Marrapaiz"!!: Mas rapaz. (Expressão usada para tudo que é bom, bonito, e que deu certo ou dará.)
- "Mas-num-tô-dizendo"?? : (Expressão usada pra reprovar algo ou alguém)
- "Menino buchudo" : Mimado; malcriado.
- "Meter o pau": Brigar, Xingar.
- "Mouco": Surdo.
- "Mundiça": Coisa ruim.
- "Na pernada" : Ir andando.
-"No balde" : Bastante; muita coisa; grande quantidade.
- Fica "pastorando" aí.: Pastorar: Ficar de olho, observar, vigiar.
- "Pauzada": Galhada.
- "Peba": Ruim; fraco.
- "Descer na balsa": Perder uma eleição.
- "Pegar o beco": Ir embora.
- "Peia" : Surra.
- "Peteca": Bola de gude. (Diferente da peteca: brinquedo de jogo indígena)
- "Pepeta" : Pipa; papagaio.
- "Piseiro: Baile,festa. (Geralmente é forró; bar popular com música ao vivo).
- "Pixé de pôdi"! : Cheiro ruim.
- "Presepada": Palhaçada.
- Não tô bem...quero "provocar": Vomitar.
- "Pura bucha". : Uma droga; muito feio; local ruim.
- Vô já "queixar" a gata. : Passar uma conversa; dar uma cantada.
- Me dá "rabissaca" sempre que me vê.. : Movimento de virar a cabeça de forma grosseira da esquerda para a direita ou vice-versa, ignorando uma determinada pessoa.
- Bota aí não, "rebola lá no mato": Jogar fora.
- Tão fofo que dá vontade de "reinar" : Apertar; beliscar; carinho enérgico.
- Sair "desembestado": Sair apressado.
- "Se abrir", "Cair na risada": Gargalhar alto, rir muito.
- "Se lascar", "Se foder": Se dar muito mal.
- Sai daí, tá "serenando": chuva fina, garoa.
- "Tapurú": Bicho da fruta.
- "Te aqueta" : Fica quieto!.
- "Te manca" : Toma jeito!.
- "Garapa": Caldo de cana-de-acúcar.
- "Trepar": Subir em cima de.
- "Torar" : Quebrar; cortar; partir.
- "Varou": Atravessou,virou a noite.
- "Ver só o destroço: Ver destruição.
- "Voadeira" : Canoa com motor de popa.

2 comentários:

  1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir