segunda-feira, 11 de março de 2013

Residencial Cabreúva - O retrato do abandono



Chegar ao Residencial Cabreúva, construído pelo governo à menos de um ano é um verdadeiro Rally. A principal rua de acesso conta um enorme buraco, que dificulta até mesmo a passagem de veículos maiores.

Para sair a pé é preciso muito malabarismo e a tradicional sacola nos pés.

As ruas do residencial construído a pouco tempo já encontra-se se na lama e o asfalto totalmente destruído, com o mato tomando de conta no meio da rua, sem falar que a maioria das casas racharam suas paredes e ficaram destelhadas por causa do péssimo serviço na sua construção.

Os moradores estão indignados mas por medo de represálias e medo de perder suas casas preferem denunciar sem aparacer. Apenas dois moradores tiveram a coragem de falar com os membros da Secretaria de Movimento Comunitário do PTS - Partido da Transformação Social.

A senhora Dinéa Andrade falou que sofre muito, principalmente quando chove que todas as ruas do conjunto ficam alagadas e por diversas vezes teve que matar cobras e outros animais peçonhentos que invadem as casas por causa da água, sem falar no mau cheiro que fica e a lama que compromete a saúde das crianças.

O Senhor Antônio Pinheiro não sabe a quem reclamar e culpa todos os políticos pela situação de abandono em que vivem.









Após registrar a situação de algumas ruas em fotografia a Secretaria do Movimento Comunitário do PTS, coordenada pelo senhor Dedé Matos decidiu fazer um abaixo assinado para levar a situação ao Ministério Público e exigir do Tribunal de Contas uma fiscalização sobre a construção do residencial, que a olho nu se vê que a obra foi mal feita e trouxe prejuízo para os cofres do estado e, principalmente para a população.

Nenhum comentário:

Postar um comentário