quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Moradores da Sobral fecham estrada para protestar contra obras do programa Ruas do Povo


Na manhã de hoje (5), moradores do bairro João Paulo fecharam a estrada da Sobral em protesto contra a realização de obras de melhorias nas vias, através do programa Ruas do Povo.
Eles alegam que após o início das obras, o acesso às casas ficou dificultado, fato agravado pelo período chuvoso, gerando isolamento e constantes alagações no interior das residências.
Os moradores reclamam, ainda, que há mais de três meses, desde que as obras foram iniciadas, os idosos que vivem no local vêm sofrendo cada vez maiores dificuldades para conseguir chegar às suas casas, bem como sair a fim de obter atendimento médico.
A polícia também estaria com o trânsito restringido.
O morador Sebastião Gonçalves diz que as águas de chuva, que antes escorriam pelo esgoto a céu aberto, passaram a retornar para os quintais das residências, causando estragos, além das ruas ficarem intrafegáveis, prejudicando principalmente os estudantes e trabalhadores que transitam pelo local diariamente.
De acordo com o pedreiro José Maria, pessoas já se acidentaram, na tentativa de entrar ou sair das casas. “Cadê o nosso direito de ir e vir?”, questiona.

A reportagem da Agência de Notícias ContilNet entrou em contato com a assessoria de Comunicação do Depasa, que enviou nota informando que equipe uma técnica do órgão esteve no local e garantiu que vai realizar serviços para manter o acesso às ruas com problema.
Veja a nota:
Nota
O Departamento Estadual de Pavimentação e Saneamento (DEPASA) esclarece que, as obras do Programa Ruas do Povo no bairro João Paulo II ainda não foram concluídas. Durante toda esta quinta-feira, a equipe técnica do Depasa esteve no local juntamente com a empresa responsável pelas obras verificando a situação. Toda obra de infraestrutura urbana, a princípio, causa transtornos. Mas o DEPASA vai fazer o possível para manter o acesso nas ruas do João Paulo II.
Lembramos também que durante o inverno não é viável trabalhar com terraplanagem. Portanto, a conclusão desses serviços só será possível quando iniciar o verão de 2014. Contudo, o acesso será garantido.
O DEPASA pede ainda que os moradores do João Paulo II não liguem, por enquanto, seus esgotos a rede de coleta, pois ela não está concluída e, obviamente, interligada em uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE).
Fonte: CONTILNET

Nenhum comentário:

Postar um comentário