sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Decoração natalina importada do Recife é inaugurada em cerimônia ecumênica no Acre





À noite desta quinta-feira, primeiro dia do mês natalino, foi marcada pela cerimônia ecumênica de inauguração da decoração do Natal 2011 da capital do Acre, Rio Branco, realizada na Praça do Palácio Rio Branco, pelo Governo do Estado.

Representantes religiosas, políticos e indígenas participaram do evento transmitindo mensagens de fraternidade humana, além de lembrarem-se do nascimento de Jesus Cristo. O Ave-Maria, o Pai-Nosso, canções natalinas e clássicas foram entoadas ao vivo por músicos do alto de um dos andares do palácio acriano.

A decoração natalina deste ano foi importada de Recife, capital de Pernambuco, o projeto trás a assinatura da arquiteta Jamile Tormann, que teria utilizado no Acre, parte da mesma decoração usada em 2010 na capital desse estado nordestino, uma prova de que a simbologia da reciclagem pode ser utilizada, sem necessariamente reduzir custos, pois, o arranjo natalino acriano de 2011 pode custar ao contribuinte o dobro do valor gasto no ano passado.

Em 2010 foram gastos R$ 567 mil, este ano, o Governo do Estado já divulgou custos que ultrapassam R$ 800 mil. Para o ex-deputado estadual Luiz Calixto, a conta passará facilmente de R$ 1 milhão. Calixto afirma que o Estado costuma dividir os valores em diversas publicações oficiais para não “assustar” o contribuinte.

“Quem esteve em Recife no Natal do ano passado afirma que a mesma iluminação natalina de lá está sendo usada no Acre neste final de 2011”, disse pelo Twitter o jornalista do Terra Magazine, Altino Machado.

A partir desta sexta-feira (02) e até o domingo (11), em frente ao Palácio Rio Branco, ocorre o projeto Caixinha de Música, sempre a partir das 18 horas.

Os locais que recebem decoração são: Parque da Maternidade, ponte metálica, Gameleira, Mercado Velho, Palácio Rio Branco, algumas rotatórias, praças e as avenidas Getúlio Vargas e Arlindo Leal.



Nenhum comentário:

Postar um comentário